quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Produtores falam bastante sobre Lost - mas sem revelar segredos


Entrevistado pelo jornal Chicago Tribune, os produtores executivos Damon Lindelof e Carlton Cuse falaram bastante - e sem revelar surpresas - sobre a nova temporada de Lost, que começa na próxima semana (21/1) nos Estados Unidos.

Sobre o eterno embate entre os fãs que preferem a mitologia contra os que gostam mais dos personagems, Cuse disse "é sempre um caso de 'o mingau está quente ou frio demais'. Já aprendemos que é impossível agradar todo mundo, então nossa solução para o primeiro episódio da quinta temporada foi providenciar altas doses de ambos [...] Mas essa divisão acontece também na nossa equipe de escritores. Alguns são obcecados pela mitologia da ilha e ficam querendo saber quando o monstro aparecerá outra vez. Outros não ligam a mínima se Marvin Candle tem cinco nomes diferentes. Eles só querem saber se Kate escolherá Sawyer ou Jack?"

A respeito da grande questão da temporada, "por que os Oceanic 6 precisam voltar à ilha?", Lindelof comentou "essas respostas são sempre os mistérios mais difíceis do programa. Tudo está acontecendo por uma razão e teremos pistas disso na temporada, mas as respostas às perguntas 'por que essas pessoas? por que esse lugar? por que aquele avião? isso é território da temporada seis [...] já as reações da ilha à saída dos Oceanic 6 serão mostradas parcialmente nesta e na sexta temporada. O fato de Ben ter movido a ilha desencadeou uma série de eventos com consequências dramáticas. Essa é uma questão fundamental para quem ficou - o que diabos está acontecendo ali?".

Outro elemento que será bastante explorado este ano é a tentativa de Ben de voltar. "Quando ele diz ao final da quarta temporada que quem mover a ilha jamais poderá retornar fica uma dúvida. Isso é uma regra ou uma lei? São duas coisas distintas. Uma das possibilidades é que será fisicamente impossível para ele voltar. A outra é que ele pode voltar, mas será punido. Essa dúvida será mantida ao longo da temporada", explicou Lindelof.

Cuse continua a entrevista garantindo que os fãs não terão que esperar uma temporada inteira para descobrir se os Oceanic 6 conseguirão voltar ou não para a ilha. "Não quero dizer exatamente o que vai acontecer, mas acho que o público ficará surpreso com a velocidade da narrativa este ano. Não vamos tirar o pé do acelerador". O produtor comenta também que haverá grandes dúvidas ao longo da temporada sobre quais são as forças do bem e as do mal na série...

Outro detalhes comentados pelos produtores: "Jin (Daniel Dae-Kim) continua no elenco regular do programa, mas não está no pôster - entenda o que quiser dessa declaração" e "ainda não terminamos de contar o arco de história sobre o cargueiro - Faraday, Miles, Charlotte, Lapidus - esses personagens foram ótimas adições".

Pra completar, Cuse garante: "Nosso maior erro seria colocar o pé no freio e segurar revelações para a sexta temporada. Não vamos. Obviamente, muitas coisas só serão explicadas no desfecho, mas a quinta temporada terá sua relevância. E a sexta temporada será encerrada de maneira definitiva", sem continuações, filmes ou respostas em outras mídias, felizmente.

Lost volta a ser exibido nos Estados Unidos em 21 de janeiro de 2009, uma quarta-feira, com um especial de três horas, começando com um clipe das temporadas anteriores e seguindo com o primeiro episódio da quinta temporada com duas horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine.