quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Livro de Adolf Hitler é adaptado para mangá e causa polémicas


Mein Kampf ("Minha Luta"), o famoso livro autobiográfico e doutrinário de Adolf Hitler, foi adaptado para uma versão em mangá. A responsável é a editora japonesa East Press.

A HQ é uma adaptação do livro dentro da típica linguagem dos quadrinhos japoneses, e já vendeu 45 mil exemplares no país, segundo a editora (o número é consideravelmente baixo para o mercado japonês). Em entrevista ao jornal Asahi Shimbun, um representante da East Press diz que "é um livro famoso, mas poucos o leram. Acredito que é material de estudo sobre Hitler, um homem que é sinônimo de demônio, e sobre o pensamento que o levou à tragédia".

Autoridades do estado alemão da Bavária - que detém os direitos autorais sobre o livro, mesmo que a Alemanha tenha banido a obra desde 1945 - manifestaram seu desagrado com o mangá. Também ao Asahi Shimbun, dizem: "Temos problemas com o mangá como uma mídia apropriada para a apresentação crítica deste conteúdo problemático".

A Bavária retém os direitos sobre a obra até 2015, e é contra sua publicação em qualquer idioma - mesmo que editores, inclusive judeus, solicitem a publicação de versões comentadas da obra para contextualizar seu texto "perigoso".

Um comentário:

  1. Também né, publicar uma PORRA dessas, tá de sacanagem a editora! Se o livro original já é proibido, para que colocar em outros meios? É querer problema demais!

    ResponderExcluir

Opine.