terça-feira, 1 de janeiro de 2013

ESPECIAL: "O BARBEIRO DE SEVILHA" ETERNIZADO NOS CLÁSSICOS DOS DESENHOS ANIMADOS

                


Todo final de ano as emissoras de tv, rádio, jornais e revistas trazem programas e matérias especiais como forma de comemoração do ano que termina, isso já faz parte de nossa cultura midiática. Para o "Series da Tv Aberta" não ficar de fora desta, preparei uma postagem especial sobre a ópera italiana O Barbeiro de Sevilha e sua representação na cultura de massa, eternizada nos clássicos Pica-Pau, Tom e Jerry, Pernalonga, dentre outros. A ópera é uma comédia musicada pelo italiano Gioacchino Rossini (1792-1868), em 1816 o compositor recebeu a encomenda de duas óperas para a temporada carnavalesca daquele ano. As obras apresentadas foram Torvaldo e Doliska e aquela que se consagrou como sua ópera mais conhecida, O Barbeiro de Sevilha, composta em menos de 15 dias e estreada em 20 de fevereiro de 1816. Sua obra foi baseada na comédia "Le Barbier de Séville", do dramaturgo francês Pierre Beaumarchais. O Barbeiro de Sevilha conta a história de Fígaro, um barbeiro que faz de tudo na sua cidade: arranja casamentos, ouve confissões, espalha boatos...além de cuidar das aperencias de nobre e plebeus. Sua estreia foi um fracasso retumbante: a plateia vaiou durante todo o espetáculo e diversos incidentes prejudiciais ocorreram no palco. A segunda performance teve um destino muito diferente, e fez com que a obra se tornasse um grande sucesso.


 Dentre as composições da peça uma das mais conhecidas é "Largo al Factotum", cantada na primeira entrada do personagem título eternizada, também, graças a repetição de seu nome "Figaro". A composição já foi interpretada por vários personagens dos desenhos animados, genialmente em Pica-Pau, passando pelos clássicos Tom e Jerry e Pernalonga até personagens menos conhecidos por aqui, como veremos mais adiante.

 A seguir veremos vários videos, PARA CONTINUAR LENDO A POSTAGEM CLIQUE EM "MAIS INFORMAÇÕES".


Para quem não conhece a ópera, postarei um video com a interpretação de John Rawnsley:


     A seguir temos o episódio "O Barbeiro de Sevilha" nele o Pica-Pau quer ser atendido por Tony Figaro, dono da Barbearia Sevilha, mas ele não se encontra. Então, o Pica-Pau substitui o barbeiro e tem como clientes um chefe índio e um operário com barba mal feita, ao atender este ele apronta com o probre coitado cantando Largo al factotum, esta é sem dúvidas uma das cenas inesquecíveis da animação:


     Agora vejamos como a canção foi interpretada pela dupla Tom e Jerry no episódio "The Cat Above and the Mouse Below" de 1948, nele, como já de costume, o bichano sofre com o ratinho:


     A canção também é interpretada por Pernalonga no episódio "O Coelho de Sevilha" (Long-Haired Hare"), além de fazer outras referências:


     Frajola também cantou seu Figaro no episódio Back Alley Oproar, de 1944.


     Também há referencias claras da principal canção da ópera na animação Magical Maestro de 1952, de Tex Avery:

     
Agora uma animação clássica "One Froggy Evening":

     
Muito bem, espero que tenham gostado, é o Series da Tv Aberta trazendo cultura e entretenimento, agradeço a todos os fies leitores por este ano que passamos juntos. Desejo a todos um 2013 ainda melhor, alegrias, realizações e muitas séries em nossa TV aberta.

8 comentários:

  1. ficou demais adorei super informativo essa postagem, que venha masi

    ResponderExcluir
  2. FigarOoOoo

    Parabéns pela postagem, que venham mais especiais como este!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo, Charles, Kelvy e Plabo:
    Agradeço e que bom tenham gostado. De fato pretendo fazer mais uma postagem desta, com a música clássica em geral nos desenhos animados.
    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Olá, gostaria de adquerir o dvd da opera O Barbeiro de Sevilha, com John Rawnsley, se alguem souber como, meu e-mail é ccapocchi@gmail .com ---Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Super Super Super legal !! Obrigada!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Muito Obrigada, super parabéns pela sua dedicação!!!

    ResponderExcluir

Opine.